melhorar áudio para salvar gravação

É possível melhorar áudio para salvar uma gravação ruim?

Muitas vezes nos perguntam, “Você pode melhorar esse áudio para conseguir escutar melhor?”

Pois, tudo depende, mas podemos conseguir resultados incríveis! Nesse post vou explicar como salvar uma gravação ruim e quando isso é possível.

Quais problemas tem seu áudio?

Muitos problemas afetam os diálogos. Ainda que podemos entender o que foi dito, tem sons que incomodam o ouvinte. Assim que temos que reduzir ou eliminar ruídos que podem estragar uma cena. Sons como uma moto, uma buzina, ou outras pessoas falando, não ajudam contar sua história. Além disso podem distrair da emoção que você quer transmitir.

Quais sons que você tem mais chance de suprimir?

Sons de corta duração, por exemplo uma buzina. Também você tem alta chance de reduzir sons que permanecem constantes e não mudam.

Agora, os sons que mudam de frequência, como uma moto acelerando,  são mais difícil de esconder.

Mas se entendo o diálogo, porque é preciso suprimir os ruídos?

Normalmente uma cena está composto de vários tomas. De fato muitas vezes as tomas estão gravadas em diferentes dias. Por exemplo, um dia estava chovendo e o outro não. É provável que o som de fundo seja diferente entre as tomas. Se por acaso existir um som que corta em seco no ponto de edição, será preciso excluir-lo ou adicionar outro igual. Ou seja você precisa fazer a mudança de uma toma ao outra invisível.

E se você tiver uma gravação muito ruim?

Talvez não seja possível restaurar o áudio para poder entender-lo bem, mas sempre podemos melhorar o áudio para que não irrita ao ouvinte. Embora você possa adicionar legendas para entender um dialogo, o áudio precisa ser tratado para não incomodar o espectador. As pessoas toleram video desagradável porem não toleram áudio desagradável. Sempre vale a pena perguntar a um experto se é possível salvar uma gravação ruim ou ao menos fazer que não seja irritante . É só enviar o áudio para avaliação.

Quais equipamentos vocês usam?

Izotope RX7 Advanced e Waves plug-ins. Além do software é muito importante escutar o áudio numa sala silencioso. Se você têm ruído na sala você não vai perceber se tem ruído no áudio. Igualmente você deve usar monitores que reproduzem todas as frequências. Por isso utilizemos monitores de alta gama Miller & Kreisel, contratamos a Philip Newell para projetar o estúdio,  e colocamos os computadores e equipamentos com ventiladores fora, em outra sala. Assim conseguimos ouvir tudo e saber até qual ponto podemos processar o áudio. Sem criar artefatos demais.

Dicas para a restauração de áudio.

Antes de tudo conferir o áudio no momento que você está gravando. Assim se existe um problema você vai saber na hora e você pode repetir a gravação. Em segundo lugar você não deve processar demais. Portanto ouvir o áudio em contexto. Sobretudo não é preciso tirar todo o ruído, somente o suficiente. E por último, o mais importante é sempre trabalhar com uma copia do arquivo, nunca o original!

Exemplos de restauração.

Faixas de diálogo com problemas de microfone:

Você vai ouvir esses sons em isolação para perceber as diferencias. Apesar dos artefatos, o áudio processado pode ser usado em um projeto.

Antes

Depois

Ruído de fundo constante é reduzido de forma mais transparente:

E se não for possível salvar uma gravação ruim?

Nesse caso você precisa gravar de novo. Todavia você pode utilizar um processo que se chama ADR (automated dialogue replacement). Desse modo você pode inserir novo áudio em um diálogo com defeitos. De tal forma o espectador não percebe que é de outra gravação.

Sabia que?

Em Game of Thrones, quase todos os diálogos estão gravadas com ADR, como em muitos filmes e seriados de tv. Por causa do barulho no set os actores têm que regravar todos os seus diálogos no estúdio. Por outro lado muitos diretores prefiram usar o diálogo captado no set por motivos económicos ou artísticas. Certamente se poupa o ADR assim, porém o trabalho de restauração de áudio aumenta muito!

Tags: No tags

Leave a Comment